História da Citroën

Fundada em 1919 em Paris, França, pelo engenheiro André Citroën, a marca Citroën surgiu como uma das primeiras fabricantes de carros na Europa.

Sua história foi marcada pelo pioneirismo nos processos produtivos, na concepção dos veículos e no marketing com ações ousadas de publicidade.

Nos processos produtivos, a Citroën foi a primeira montadora a fabricar carros em série na Europa.

Na concepção dos seus produtos, trouxe ao mundo do automóvel soluções de engenharia e tecnologia revolucionárias como o chassis monobloco, a suspensão hidroactive e a motorização com tração dianteira.

Criou veículos icônicos como o 2CV, o Traction Avant, o DS, o XM e o Xsara Picasso, para citar alguns deles.

Nas ações de marketing e relacionamento com os clientes, fez também diferente. A Citroën foi a inventora da Rede de Concessionárias e da Garantia de Fábrica. Foi ainda pioneira na utilização de ferramentas de publicidade diferenciadas como o uso de miniaturas dos seus modelos para uso dos filhos dos clientes para fortalecer sua imagem de marca, o uso da Torre Eiffel com milhares de lâmpadas com o nome da Citroën em destaque, e ainda a utilização de cartazes ilustrados em larga escala para divulgar suas ofertas e lançamentos.

Com o otimismo como diferencial desde 1919, a Citroën sempre se distinguiu pela sua criatividade e audácia. Esses valores correspondem ao compromisso da Marca com o bem-estar de seus clientes, fornecendo respostas novas para as perguntas de cada época.

Atualmente, a Citroën se reinventa por meio de modelos que concentram seus valores no design, no conforto e na inteligência tecnológica.

A Citroën possui hoje mais de 10.000 pontos de vendas e pós-vendas em mais de 80 países. Possui também 8 títulos de Campeã Mundial de Construtores no WRC (FIA) e 3 títulos consecutivos de Campeã Mundial de Construtores no WTCC.